Chove chuva

Choveu muito nas últimas semanas aqui em Divinópolis. O tempo estava muito seco e precisávamos mesmo de um pouco de água.

A gente tem a “mania” de desejar que chova, mas quando isso acontece também não deixamos de reclamar. Molhar a roupa, suja os calçados, fica difícil de sair, …

Teve um sábado que decidi tentar algo diferente. Tinha ensaio para o festival de dança e já previa que poderia chover. Então, fui preparada para encarar um possível temporal. Chinelo de borracha e roupa que não importaria se molhasse.

Assim que acabou o ensaio, às 16h30, caiu um temporal. Eu andava pelas ruas escondendo nas marquises dos prédios, mesmo com sombrinha. Muitas pessoas fizeram o mesmo.

Foi um temporal muito gostoso. Como estava despreocupada com tudo, tive o prazer de observar a chuva caindo, sendo levada na horizontal pelo vento, a variação de fraco a forte do barulho da chuva e do vento.

Nada me incomodou, nem os chuviscos que esvoaçavam por baixo da sombrinha e teimava em molhar do meu braço aos meus pés.

Para completar, o sol tímido tentava aparecer entre as densas nuvens, mas os poucos raios que conseguiam uma brecha enfeitavam o céu cinza com um leve colorido dos arco-íris. Foi um belo sábado chuvoso.

Anúncios

Sobre Priscila Chaves

Minas Gerais. Jornalista. Bailarina. Bordadeira. Ver todos os artigos de Priscila Chaves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: